Ocupação 3 da Galeria Casa apresenta obras de fotógrafos contemporâneos

20 de Maio de 2019
Evento

Os coletivos “Plano imaginário”, coordenado por Zuleika de Souza e Paula Simas, e “A casa da luz vermelha”, sob responsabilidade de Kazuo Okubo, trazem obras de artistas que têm a fotografia como linguagem básica de suas pesquisas. Ambos apresentam, na Ocupação 3, uma equipe de 14 criadores com uma numerosa produção contemporânea. A fotografia tem passado por mudanças de estatuto e concepção desde sua criação em meados do século 19. Inicialmente mal vista pela concepção tradicional, devido à mediação mecânica e à reprodutibilidade técnica, hoje se encontra estabelecida em museus, galerias, coleções públicas e privadas em praticamente todo o mundo. Essa modalidade nasce sob o signo da contestação dos procedimentos artísticos e adquiriu o estatuto de obra de arte, graças ao desenvolvimento da linguagem.

“1+1=14”, o nome escolhido para nomear a Ocupação 3, conjuga a produção de 11 artistas ligados ao “Plano Imaginário” e 3 ligados à “A casa da luz vermelha”. O nome “Plano Imaginário” faz referência ao traço fundamental e originário de Lúcio Costa, urbanista de Brasília responsável pela organização da cidade em torno do Eixo monumental e do Eixo Rodoviário, que constitui a Asa Norte e a Asa Sul. Ao mesmo tempo, diz respeito à concepção imagética de cada um de seus integrantes. O nome “A casa da luz vermelha” brinca com a tradicional luz da sala de revelação e ampliação de negativos fotográficos, além do imaginário popular de áreas de prostituição. Temos uma coleção potente de um grupo diversificado de artistas que propõe uma variada captura de referências, desde o tradicional retrato ou a paisagem, até experimentações mais subjetivas tanto do ponto de vista temático como figurativo.

Na entrada da Galeria Casa, à direita, a ocupação proposta por Kazuo Okubo traz três trabalhos que colocam a fotografia em outras características de suporte e de concepção, propondo-a como instalação. Seria a fotografia um dispositivo capaz de se adaptar às mais variadas propostas dos artistas? Sugere que sim. À esquerda, temos a ocupação proposta por Zuleika de Souza, organizada em núcleos autorais que percorrem a parede e se estendem ao fundo da Galeria Casa. Na saleta contígua ao salão principal, observamos uma ocupação que funde obras dos dois coletivos. A arte contemporânea propõe a articulação entre autorias e linguagens. A fotografia contemporânea produzida em Brasília tende a fundir concepções conhecidas com experimentações radicais que colocam a experimentação técnica numa pesquisa permanente com a linguagem visual. Esperamos que a coleção agrade fruições diversificadas e olhares atentos!

Galeria Casa

Ocupação 3

Plano Imaginário e A casa da luz vermelha

De 03 a 26 de maio de 2019

Nome da exposição: 1+1=14

Cadastre-se e receba novidades

Quer ficar sabendo sobre promoções, notícias e informações do CasaPark?

Cadastre-se