O MOMA FESTEJA KINGELEZ

Design pelo Mundo - 10 de Abril de 2018

O Museu de Arte Moderna de Nova York prepara a maior retrospectiva do genial escultor congolês Bodys Isek Kingelez, morto em 2015. Kingelez trabalhou com materiais pouco comuns para criar esculturas de médio e grande porte, como embalagens comerciais, papel e produtos industrializados encontrados no cotidiano, projetando o que ele chamaria de “maquetas extremas”, representações fantásticas de edifícios públicos e monumentos, arquitetura civil e pavilhões, entre outras tipologias.

Possivelmente a retrospectiva mais completa do escultor africano em solo americano. Estarão presentes algumas das obras que foram expostas na mítica exposição Magiciens de la terre realizada no Centro Pompidou de Paris em 1989, com a presença do autor naquela oportunidade. Para a mostra nova iorquina, o objetivo será identificar os pontos sobressalentes da carreira do artista, não somente dentro de uma perspectiva cronológica e sequencial, mas aprofundando nas questões temáticas escolhidas por Kingelez, desde um roteiro marcado por construções únicas e isoladas até o repertório de cidades espetaculares e futuristas, que caracterizam grande parte da produção criativa do artista dos últimos anos.

A exposição, organizada pela curadora Sarah Suzuki, do departamento de Desenhos e Impressões do MoMA, apresentará obras de coleções públicas e privadas raramente vistas pelo público.

Para quem estiver por lá, a  inauguração será no dia 26 de maio.

Imagens: divulgação

Cadastre-se e receba novidades

Quer ficar sabendo sobre promoções, notícias e informações do CasaPark?

Cadastre-se